Sunday, July 16, 2006

A Itália (dos japoneses) é verde e amarela



Não tô falando de futebol. Tô falando da Vila Itália, em Nagoya, ou イタリア村 (Itaria Mura, para os japoneses).  



Hoje, eu e o Gustavo – não, o Gustavo não é o namorado misterioso. É esse super amigo aí na foto com o Davi – resolvemos conhecer a Itália. E já que a grana não dava para ir até a verdadeira Itália, a gente foi a uma espécie de Itália cenográfica que fica no Porto de Nagoya.



Imagina se os japoneses invadissem a Itália e expulsassem todos os italianos de lá. Assim, é a Vila Itália daqui.

Depois de passar um dia inteiro lá, só vimos dois italianos: o pizzaiolo da pizzaria onde a gente almoçou e outro que tomou café na mesma cafeteria que escolhemos.

Ah, também tinha um “Pavarotti” cantando em italiano. Deve ser nativo, mas se disserem que ele é brasileiro, eu não duvido...



Pois é, só dá brasileiro na Vila “Itália”! E não é visitante não. É gente que trabalha lá! Até os caras das gôndolas de “Veneza” são brasileiros. A cara de ocidental e o nariz comprido enganam bem, mas é só falar “olá” e a gente descobre que não são italianos coisa nenhuma.





E, pasmem (eu pasmei)! Tem até show de samba, com batucada, passistas e tudo na Vila Brasil, oops, Vila Itália. O Gustavo não acreditou: “acho que não são brasileiras”. Mas quando elas começaram a sambar: “Gustavo, claro que são!”. Chegamos mais perto pra conferir. Não só todas as passistas, mas também todos os caras da batucada são brasileiros – um eu até conhecia (esse de gorro preto): “e aí, beleza?”



Ainda chocada com a Itália verde e amarela, perguntei pra um loiro alto, de nariz comprido:

_ Você é brasileiro?

_ Sou.

_ Nossa, todo mundo que trabalha aqui é brasileiro né...

_ Acho que uns 15%.


E se o resto é japonês (aparentemente), cadê os italianos?

Na lojinha esportiva, nem camisa da seleção italiana eu vi. Tinha era uma camisa do francês Henry (ai que ódio!) pendurada na entrada e uma entrevista do Zico na televisão.

Será que na Vila Itália não chegou a notícia de que a Itália acabou de ser (tetra) campeã da Copa do Mundo? Eu, hein, que vila mais maluca (pra não dizer fajuta).

15 comments:

shigueka said...

Ai, esse seu Japao me confunde demais da conta, Karina!!
Ah! E o Gustavo tah muito gatinho lah com o Davi!! rsrsrsr...
Bjinhos

Yayoi said...

Que engraçado, é melhor chamar da Vila Brasil, não da Italia!!

Emerson Wan said...

Que louco!!!
será que foi nessa vila que filmaram um programa de lingua italiana da NHK? Parecia tudo tao italiano!

Reparei que pela primeira vez vc entrou com kanjis no post. Ou to enganado? Que chique!
bjs

Emerson Wan said...

Bom, pelo menos a loja de esportes chama Garibaldi, ne?

E voce nao passeou de gondola?

Raquel said...

O comentario de cima e meu! Esqueci de mudar o nome aqui no computador

karuzo said...

Muito maneiro! Gostei e fiquei com vontade de ir...ate ler que 15% dos funcionarios sao brasileiros...rs Bom, depois de visitar uma churrascaria com a bandeira do Brasil em pleno bairro chines em Kanagawa, quem sou eu para criticar...nao e?! Mas apesar de tudo (apenas 15%...rs)acho que vale como opcao de lazer diferente.

70 said...

Este Japão...
Ja fui para Nagoya, mas nem imaginava que tivesse tal vila, bem curioso.
Para os que querem ver uma outra vila italiana próximo de Tokyo, tem uma em Kawasaki, é a - La Cittadella, fica bem perto da estação de Kawasaki, mas ja digo que não tem Davi, gôndolas nem samba...
Bem, como sou natural de São Paulo a cidade tem muita da influência italiana, na arquitetura, monumentos cantinas, etc. A vila mais italiana é o Bexiga, mas também não tem nenhuma estatua de Davi nem gôndolas, mas as suas massas, pastas e pescados são qualquer coisa de babar... mas samba tem... tem a escola de samba da Bela Vista...

Ciça said...

Isso só pode ser piada?? Jura?? Olha que aqui tem restaurante "italiano" onde o dono é alemão, casado com uma croata e o cozinheiro é indiano!!! isso é que eu chamo de globalização

Karina Almeida said...

PARA SHIGEKA
mas essa confusão toda é que me encanta no japão. a gente pode viver 100 anos aqui, que nunca vai enteder :)

PARA YAYOI
pois é. se fosse vila brasil será que teria um monte de italianos? hihihi...

PARA EMERSON
tem razão. a nhk deve aproveitar esse cenário lindo (e maluco).

legal que você reparou. eu também reparei na hora de escrever. não vou planejado, mas pensei "se eu sei ler esse kanji porque não colocar né?"

PARA RAQUEL
parece que a unica coisa que lembra a itália na tal lojinha é o nome...

não passei de gôndola não. muito menos de charrete. esqueci de contar que tem charrete também!

PARA KARUZO
sim, vale a pena! a vila é muito bonita, tem museu, cinema, vários restaurantes, lojas, shows (não só de samba) e por aí vai. quando vier a nagoya, dá uma passada lá! a vila é maluca, mas muito linda e divertida :)

PARA 70
nossa, essa vila em kawasaki é onde tem cinema? já fui ao cinema lá, mas nem sabia que tinha vila italiana. quero ir!

PARA CIÇA
sim, eu juro! e esse restaurante aí que você falou parece tão maluco (ou será fajuto?) quanto a vila "itália" daqui né.

mas é legal a tal da globalização :)

bjinhos PARA TODOS

thassia said...

Essa Vila Italiana deve ser um barato! Deu até vontade de visitar!
Aqui em Gunma, tem uma Vila Alemã (Doitsu Mura). Há algumas casas em estilo germânico, restaurantes e pessoas vestidas em trajes típicos, mas bem mais simples do que a Vila Italiana...

70 said...

Karina, acho que voce estava la e nem percebeu, alias a La Cittadella eh bem pequena, confira ai neste endereco se eh onde voce foi
http://lacittadella.co.jp/area_guide/

Anonymous said...

Karina, gostei da matéria sobre a Vila Itália. Interessante saber que no Japão também há estes bairros com nacionalidades, mas pelo visto, apenas para atrair turistas, e nada original como nossa Liberdade em SP ou a ChinaTown em Nova Iorque. Legal seria saber a história da Vila, como e quando surgiu, quanto eles arrecadam em turismo. Complementaria sua matéria e daria bons freelas! Grande beijo, Germana (Campinas-SP).

Naomi Sogawa said...

Que Italia mais brasileira... rs... Adorei a Vila Italia... Beijo.

Karina Almeida said...

PARA THASSIA
nossa, tira fotos da vila alema pra gente! e tem algum alemao la? nao vai me dizer que so tem brasileiro...

PARA 70
tambem acho. hihihi... valeu pela dica. vou checar o site!

PARA ANOMINMO (GERMANA)
pois eh. no blog nao da pra escrever muito. mas assunto e vontade nao falta! vou pensar na sua sugestao ;)

PARA NAOMI
voce tinha sumido! que bom que voltou. nao some de novo nao :)

Bronco said...

Atrasei um pouquinho pro seu blog, mas ca estou fazendo a minha segunda visita a Italia-mura contigo. Pensa q so vc pode se atrasar? :) Olha, mas foi um prazer passear contigo...

Olha, ainda mais engracado do q o carnaval fora de hora (e lugar) foi presenciar vc angustiada por nao poder tirar foto e tomar sorvete ao mesmo tempo. E correndo atras dos sambistas em busca do melhor angulo...

O post esta divertissimo! Da proxima vez a gente faz um programa italiano ainda mais autentico: um spaghetti no Saizeria.... :P

Adorei a foto do Davi e Golias. Ronald Golias, q fique bem claro.