Tuesday, October 03, 2006

Não votei


Nem no Lula (PT), para presidente, nem no Aécio (PSDB), para governador de Minas. Nem em ninguém. O Aécio, certamente, não sentiu falta do meu voto (e, daqui, eu não poderia votar nele. Só no presidente). O governador mais gato do Brasil (isso é só um detalhe) foi reeleito no 1º turno, com 77% dos votos. Mas o Lula, não sei não...

Ele pode deixar de ser reeleito por causa de um aqui, outro ali. Afinal, o Alckmin (PSDB) não fez feio nessas eleições e levou 41,6% dos votos, contra 48,6% do atual presidente. Tudo indica que a disputa no segundo turno vai ser dura. Se cuida, Lula!

Eu estava lá, no Consulado do Brasil em Tokyo, no domingo às 8 horas da manhã. Mas não fui votar e fiquei morrendo de medo de alguém me perguntar: "e você, já votou?". Seria um vexame a repórter revelar (xii, será que revelei?) que estava ali só para fazer fotos e encher os eleitores de perguntas. Nada mais.

Pois é, estou envergonhada. E arrependida. Por quê não votei? Porque esqueci de transferir o título de eleitora e porque ando muito, muito chateada com os políticos do Brasil. Mas não queria fazer parte de uma estatística tão feia: dos 300.000 brasileiros que moram no Japão, nem 300 votaram. E três zeros à direita fazem muita diferença : (

13 comments:

Angélica Camacho said...

Pues a mi me sucedió lo mismo cuando fui a cubrir las elecciones peruanas en Gunma. Muchos me preguntaron si ya había votado y por quien... dije la verdad no sin sonrojarme.

Afi said...

Karina! você não votou? O voto não é obrigatório?
Hoje ouvi no rádio que os brasileiros em Portugal já contam 90 000 pessoas.

karuzo said...

Eu nao tenho vergonha nenhuma de dizer que nao votei. Ser obrigatorio votar e ridiculo! Acho que tem que participar quem esta afim!! Vc nao tem que ter vergonha. Estatisticas sao estatisticas. E se vc e jornalista e acordou as 6, 7, sei la para trabalhar no domingo, tem mais e que ter orgulho de si! Perguntar o povo pergunta mesmo. Igual e (nas ferias)"vai pra onde?", e no RJ era "vai passar o carnaval onde?", (qdo sai do emprego)"vai pro Brasil?" ou "ja tem alguma coisa em vista?", (qdo tem filho) "vc tbm troca fralda?"...e sempre, sempre a mesma historia!!

Yayoi said...

Votar e obrigacao la no Brasil? Nao sabia!

Karina Almeida said...

AVISO

pessoal, eu fiz uma correcaozinha no texto. falei que pouco mais de 300 votaram. na verdade, nem 300 votaram: foram 226 pessoas!

e aproveitei pra acrescentar um parentesezinho basico ; )

obrigada! karina.

Gisele Scantlebury said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Gisele Scantlebury said...

Kari, concordo com Caruso: nao tem que ter vergonha de nada. Tambem acoh ridiculo que a gente seja obrigado a votar. Por isso tanta gente ruim (ou que nao deveria estar de voltar ao poder) eh eleita. Afinal, comprar voto do povo com o velho "pao e circo" eh muito facil. Dificil seria convence-los a ir votar se nao fosse obrigatorio. Acho que o processo seria mais democratico. Nao trasnferi meu titulo na NZ e nem vou transferir aqui. Alem de tudo, eh uma burocracia danada. Sem contar que voce corria o risco de ter achado que estava tudo OK com a transferencia e nao estava. Enfim... Beijos e ate mais tarde na aula, quer dizer, na escola.

Maíra said...

Pois é Karina... Também não votei, mas porque não pude mesmo. Também, se pudesse não sei se iria. Não queria que o Lula voltasse, acho que ele foi para lá como esperança e acabou mostrando que são todos iguais mesmo. Concordo contigo em dizer que nos decepcionamos mais com ele que com os outros, mas ele errou e ainda desrespeitou os eleitores quando não compareceu a nenhum dos debates. Se ele errou, pq não dar chance a outro? Não é mesmo? Continuo achando que ele vai ganhar, mas ao menos agora ele sabe que não é assim tão certo, aí quem sabe apareça nos debates? hehehehe...

Beijinhos Karina!!! Vc também não vai conseguir votar no 2º turno, né? sem transferir o título não dá, certo?

Karina Almeida said...

PARA ANGELICA
eu ateh pensei em anular meu voto, mas nao queria mesmo eh simplesmente ter ignorado as eleicoes...

PARA AFI
sim. o voto eh obrigatorio. e vou ter que me justificar ao tribunal superior eleitoral.

PARA KARUZO
tem razao. o voto nao devia ser obrigatorio ne. e pelo que vi, desses menos de 300 que votaram no japao, muuuitos stavam preocupados apenas em manter a documentacao em dia e nao correr risco de nao conseguir renovar o visto ou o passaporte.

PARA YAYOI
sim. eh obrigado. e quem nao vota ou nao explica oficialmente porque nao votou, nao consegue fazer um monte de coisas, como renovar passaporte, participar de concurso publico etc.

PARA GISELE
so tem um probleminha: justificar tambem eh uma burocracia danada. acho que transferir o titulo eh menos chato : (

PARA MAIRA
eh verdade. foi um desrespeito nao ir (o lula) ao debate. mas acho que as pessoas vao se iludir de novo, achando que o alckmin eh melhor... confesso que perdi a esperanca - a ultima era o lula.

mesmo assim, queria ter ido la. nem que fosse para anular o voto.

bjinhos PARA TODOS :-)

Afi said...

Por aqui o voto não é obrigatório mas quando vejo abstenções de quase 40% fico a pensar no assunto.

Paulo said...

Como não voto no Brasil, sou meio por fora das consequências de não votar, mas concordo com o que foi dito nos comentários. O voto obrigatório, na minha opinião, é um resquício da ditadura.
Melhor votar quem realmente está interessado na política, mesmo que não passe de 50% da população, como nos Estados Unidos.
Em todo caso, também acho que você não deve se envorgonhar por não ter votado. Como disse o Karuzo, deveria se orgulhar do trabalho no domingo. ;)

Naomi Sogawa said...

Tambem nao votei, Karina. Pelos mesmos motivos que voce. Apesar de estar aqui ha' 4 anos, ainda nao transferi meu titulo pra ca'. Bem que tentei, mas perdi a data de transferencia do titulo no Consulado Brasileiro. Ha' anos nao voto, sempre justifico, por decepcao e por nao acreditar que ainda tem jeito pro Brasil. Vergonha? So' se for dos politicos do nosso pais... Beijos.

Yoshio said...

Olá! É a primeira vez que estou comentando no seu blog (que aliás está muito bom), parabéns! Sempre que possível vou dar uma lida nele. Mas...

VOCÊ NÃO VOTOU?!?!
Que coisa feia! Eu não gosto de sair de casa (principalmente domingo) mas o voto é sagrado. Fiz questão de acordar cedinho e ir até o colégio votar...
Se bem que eu não moro no Japão... Nem acordei tão cedo na verdade...
E o colégio fica a meia quadra de casa...
(hum...)
Esquece tudo que eu falei.