Thursday, February 23, 2006

Também tô deprê...

Tá lá no blog do Riq:
(www.freires.com.br)


"Leve deprê

Quando este blog fizer cinco anos, vou lançar um livro com o singelo título 'Os posts que eu mais gostei de ter feito mas que ninguém comentou'.

Lá no meio vocês vão certamente encontrar o Farofeiro Chic de domingo passado e o Réveillon no Rio de 1º. de janeiro.

Vocês, hein?"


Esse post aí rendeu 22 comentários. Vou aproveitar que hoje tô deprê - não por este, mas por outro motivo que eu não vou contar - e testar o meu ibope (ai que medo!)

Também fico na maior deprê (a palavra "leve" não combina comigo. não, eu não sou gorda. é que sou dramática e exagerada mesmo) quando escrevo um post que eu adoro e QUASE ninguém (até agora não tive nenhum post com 0 comments. Êeeee!) comenta...

O pior - ou será melhor? - é que depois descubro que muitas pessoas leram. Só não comentaram. Preguiça? Desinteresse? Qual seria o motivo, hein? Texto chato? Comprido? Podem falar mal. Vai doer um pouquinho, mas pode me ajudar a melhorar.

Enfim, queria saber porque muitas vezes vocês lêem, mas não comentam. Me contem, por favor! Último parêntese: eu sei que não pode começar frase com "me", mas essa é uma regra gramatical que eu não concordo e, no meu blog, me dou o direito de desrespeitar. Fecha parêntese.

Quero saber! Me contem, me contem, me contem!

6 comments:

mili said...

putz, para nao fugir a regra, se for o unico a comentar este assunto, pelo menos nao fica no zero, tera entao um comentario. Claro que espero que tenha muitos.
A minha razao por nao comentar mesmo lendo, creio que voce saiba, pela pessoa que sou, mal falo...
Sei que ha situacoes que nos deixam depre, mas o mais importante eh procurar tirar esse pensamento da cabeca, o quanto antes. Sei tambem que nao eh facil, mas se continuar ele vai consumindo todo seu animo, e voce desanimada eh a pior coisa que tem, nao combina com a Karina que conheco.
Chuta o balde, espernei, grite, mas ponha isso para fora, nao guarde com voce

Maíra said...

Olá! Depois de tanto tempo longe tive de sair lendo posts atrasados, como sempre adoro todos os seus posts e fiquei com menos coragem de mandar o texto do meu Japão, longe de chegar aos pés dos que ja foram publicados. Hehehehe...
Olha, isso acontece demais no meu blog, passam, lêem e vão embora, sem comentar, o que é um crime no mundo blogueiro! Também não sei o porque e acho q até vou perguntar isso no meu tb.
Bjos

Raquel said...

Nossa, nao sei nem o que escrever...
Acho que muita gente nao comenta por timidez ou porque nao tem vontade mesmo. Isso nao tem nada a ver com a qualidade do texto porque os seus sao simplesmente otimos. Mas entendo que voce fique depre. Eu nao tenho blog, mas fico muito triste porque os leitores nao comentam minhas materias no jornal. Gente, falem mal, mas falem!

Yayoi said...

Muito prazer, sou uma japonesa que agora estou aprendendo portugues aqui no Japan, cheguei aqui no seu site ha um tempo atras e acho muito legal, estou adorando bastante, mas ate agora nunca coloquei meu comentario que ainda nao tinha coragem de escrever em portugues. Mas hoje ao ver seu texto de hoje, finalmente o criei, porque queria que voce soubesse que seus textos sobre o Japao, os que voce escrevia eram muito legal!!!!
Adorei todos seus textos!! Parabens!!!!!!!

Karina Almeida said...

PARA TODOS

já vi que chantagem emocional não funciona com vocês - quer dizer, só funciona com vocês quatro (mili, maíra, raquel e yayoi).

outros posts fizeram muito mais sucesso... e a idéia de bater o recorde do blog do Riq (22 comentários no post "leve deprê") passou longe, muito longe de dar certo. snif, snif, snif...

Karina Almeida said...

PARA YAYOI

bem-vinda ao meu japão! fiquei muito feliz com a sua visita. e, por favor, não tenha vergonha de comentar. você escreve português muito bem! e se cometer um errinho aqui, outro ali, a gente não vai ligar. você tem todo direito de errar!

e obrigada por ler e gostar dos meus textos. fico realmente muito feliz! mas me conta: como você descobriu o meu japão?

volte sempre!

beijos.