Saturday, April 29, 2006

Em Nagoya, tem lâmpada mágica!



O Gustavo me convidou para tomar um drink. Ele mora em Nagoya e queria provar que sou bem-vinda na minha nova cidade. A gente se encontrou em Sakae, o bairro mais badalado de Nagoya. Ou será o único bairro badalado de Nagoya? Por enquanto, é melhor eu achar que é o mais...

Passamos pela Tiffany, Louis Vuitton e outras lojas chiquerésimas. Só na porta, claro. Primeiro, porque já estavam fechadas. Segundo, porque não estava a fim de visitar museu. Sim, essas lojas para mim, como diria a Raquel, são museus. Imagina fazer compras na Tiffany! Só quando o Meu Japão virar livro e superar as vendas da série Harry Potter.

“Que tal aquele restaurante árabe?”, perguntou o meu anfitrião, apontando para um prédio lindo do outro lado da avenida, que parecia mesmo ser um castelo árabe. Adorei a sugestão e fomos direto pra lá. Até que veio a decepção: “Está fechado!”

Mas não era tão tarde assim e o Gustavo resolveu verificar mais de perto. Ficou em frente à porta e... nada. Não abria, ou seja, não era automática como imaginamos. Também não tinha botão, nem maçaneta. Ele, então, passou a mão na porta e... nada.

“Que pena”, eu disse já pronta para ir embora. Em seguida, o Gustavo: “Olha essa lâmpada!”. Tinha uma lâmpada, daquelas de onde saem os gênios, ao lado da porta. Ele passou a mão na lâmpada e... a porta abriu! A lâmpada era mágica :)

8 comments:

Mafalda said...

Karina, Nagoya tem otimos lugares para se divertir.
Tem um bar chamado Cafe Dufi, onde ha shows otimos.
E lembra daquele cantor de Okinawa que escrevi no
Japao da Mafalda? Ele vai fazer show no Tokuzo
de Nagoya no final de maio.
Como eh perto do meu aniversario, estou pensando
em convencer o meu namorado a me levar como
presente... nao quer ir junto?

Gustaurus said...

Sim, Karina. A lampada era magica, mas de dentro dela nao vimos sair nenhum genio. Provavelmente pq a figura simpatica ja foi patenteada pelo Habib's. Okay, a porta abrindo ja foi um desejo atendido: a fome era grande, ne? Tiramos nossos sapatos (regra do local) e nos dirigimos a uma "mesa-tendinha" com vista para a rua. Na hora de escolher as bebidas, uma surpresa: coqueteis para cada signo do Zodiaco. "Touro", vc sugeriu. Eu balancei os chifres acenando positivamente e logo estavamos brindando aos nossos futuros amores. Mas o coquetel tinha gosto de cha de maca, nao? Pedimos a comida. Nao me lembro dos nomes dos pratos, mas nao tinham relacao com o Zodiaco. Ainda bem. Quem se animaria a comer um tabule taurino, por exemplo? Mas gostoso mesmo foi a gente botando a conversa em dia. Vc (quase) sempre positiva, otimista e doce. Eu (quase) sempre negativo, pessimista e azedo. Mas a mistura nao desandou, felizmente. Pelo contrario, sai do encontro "adocicado" como naquela lambada do Beto Barbosa (nao minta q vc nao conhece!). Olha, eu so nao imaginava q vc sairia da conversa meio azeda, escrevendo um post desesperado e insensato. Comparar-se a uma baleia encalhada? Se vc ainda fosse de Peixes teria ao menos um parentesco distante. Mas vc eh touro!!! E ja dizia a velha cantiga do "pe-de-cachimbo: "touro eh valente". Portanto, a gente nao eh fraco, nao cai no buraco, o buraco nao eh fundo e nao se acabou o mundo. Sei q estou contradizendo toda a lamuria q derramei sobre aquela mesa, mas "eu prefiro seeeer essa metamorfose ambulante...". Enfim, otimo te ver por esses lados. Que venham mais 1001 noites assim. beijos!

Gustaurus said...

Sim, Karina. A lampada era magica, mas de dentro dela nao vimos sair nenhum genio. Provavelmente pq a figura simpatica ja foi patenteada pelo Habib's. Okay, a porta abrindo ja foi um desejo atendido: a fome era grande, ne? Tiramos nossos sapatos (regra do local) e nos dirigimos a uma "mesa-tendinha" com vista para a rua. Na hora de escolher as bebidas, uma surpresa: coqueteis para cada signo do Zodiaco. "Touro", vc sugeriu. Eu balancei os chifres acenando positivamente e logo estavamos brindando aos nossos futuros amores. Mas o coquetel tinha gosto de cha de maca, nao? Pedimos a comida. Nao me lembro dos nomes dos pratos, mas nao tinham relacao com o Zodiaco. Ainda bem. Quem se animaria a comer um tabule taurino, por exemplo? Mas gostoso mesmo foi a gente botando a conversa em dia. Vc (quase) sempre positiva, otimista e doce. Eu (quase) sempre negativo, pessimista e azedo. Mas a mistura nao desandou, felizmente. Pelo contrario, sai do encontro "adocicado" como naquela lambada do Beto Barbosa (nao minta q vc nao conhece!). Olha, eu so nao imaginava q vc sairia da conversa meio azeda, escrevendo um post desesperado e insensato. Comparar-se a uma baleia encalhada? Se vc ainda fosse de Peixes teria ao menos um parentesco distante. Mas vc eh touro!!! E ja dizia a velha cantiga do "pe-de-cachimbo: "touro eh valente". Portanto, a gente nao eh fraco, nao cai no buraco, o buraco nao eh fundo e nao se acabou o mundo. Sei q estou contradizendo toda a lamuria q derramei sobre aquela mesa, mas "eu prefiro seeeer essa metamorfose ambulante...". Enfim, otimo te ver por esses lados. Que venham mais 1001 noites assim. beijos!

Anonymous said...

eu vi o bon jovi!, (arrrrrggggghhhh!!!).
..meu outro baby, ..., snif, snif, snif... ...
recesso!!!! sayonara, tokyo!!!!!

socorro!!!to encalhada, ...

!?lampada magica?!?????

Naomi Sogawa said...

Eu nao ia descobrir nunca que a lampada era magica e ia virar as costas e ir embora... O seu Japao, alias o Japao que voce mora, que e' um pouco meu tbem, me surpreende todos os dias. Adoro ler o seu blog. Beijos.

Karina Almeida said...

PARA MAFALDA
obrigada pelas dicas e pelo convite também! a gente combina depois :)

PARA GUSTAURUS
você tá mesmo querendo roubar meus leitores né? ok, já vou contar pra todo mundo que O GUSTAVO VAI SER MEU SÓCIO e rechear o meu japão com os textos maravilhosos dele. sou sua fã!

PARA ANÔNIMO
mil desculpas, não entendi o seu comentário... nem sei se é pra eu ficar triste ou feliz... será que você tá me chamando de louca? ou de super criativa e original? não tenho idéia... você não quer comentar de novo, please :)

PARA NAOMI
é por isso que eu gosto tanto daqui! acho que a vida no japão nunca cai na rotina... e fico super feliz de saber que você está sempre por aqui e se divertindo com as minhas histórias. arigatoo!

Raquel said...

Katrina, tem certeza de que não tem gênio dentro da lâmpada? Dá uma esfregadinha e pede um namorado! Um namorado que nem o da Rita Lee: lindo, fiel, gentil e... (nem conheço o Gustavo e já tô imitando ele...). É brincadeira, viu? Como já te disse, você só fica encalhada se quiser!

Karina Almeida said...

PARA RAQUEL
nao tinha pensado nisso! mas pode deixar que vou voltar la. e espero que a lampada magica continue disponivel ne...

bjinhos :)